quinta-feira, outubro 27, 2016

Somos todos Iguais?



Parabéns Brasil, o que parecia evolução era apenas fachada para inglês ver, já que recentemente o país foi eleito o pior dos piores da América do Sul para as meninas viverem, se igualando a países como Guatemala, Nova Guinea, Sudão e Burundi. Foi o que revelou o estudo Every Last Girl da ONG internacional Save The Children.



A má distribuição de renda, péssima educação, saúde e claro, uma violência exacerbada de homens se achando donos do mundo, sem importar com o que os outros pensam e querem para si.

Um país tão rico, mas ao mesmo tempo tão miserável, uma desigualdade surreal, em que a favela divide o muro com os condomínios luxuosos, cercados de seguranças, formando uma fortaleza da hipocrisia, em que quem vive lá dentro, não reconhece nem mesmo o próprio país, e aquele que está fora não apenas sustenta os luxos desses, mas tem que viver uma realidade amarga e cruel, de horas de trabalho pesado,por uma remuneração péssima e insignificante, sem méritos e direitos para viver dignamente no lugar em que apenas os endinheirados podem ditar e gozar de suas próprias regras, enquanto o povo cala-se e curva-se perante aos banais.

 
O vídeo acima pode não dizer o que citei no inicio deste artigo, mas expressa o quão a desigualdade é explícita em qualquer área destinada-se ao povo, principalmente aquelas relacionada ao pensamento e senso crítico, aonde desenvolve ideias e especula-se meios para a melhoria do desenvolvimento humano e social, pois enquanto quem está no poder visa apenas seu próprio benefício, cortando verbas da população, quem está de fora vê quem são os maiores cânceres de nossa sociedade, porém eles não gostam de investir em pensantes, pois são esses quem podem destruir e acabar com seus reinos cartas falsas e hipócritas.
O Brasil é nosso, e se não nos unirmos de verdade nunca iremos derrubar aquele que querem nos dividir, independente de partido, somos todos brasileiros e precisamos mostrar que queremos a mudança, e não ficar nesta rixa de quem é melhor ou pior, pois quando chega no poder querem só o bem para si e dane-se para quem paga e está na labuta diariamente, e não engolir o que ditam a nós e abaixar a cabeça como se não tivéssemos opinião e anseio. A mudança começa quando ouvimos o coletivo, ao invés da mídia que está ao lado de quem só quer f*der com o futuro do nosso país.
Por: Patrícia Visconti  

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...