quarta-feira, junho 17, 2015

Mulheres não são objetos!


Até quando as mulheres serão vistas apenas como objetos sexuais para atentar o libido de cafajestes que usam do nosso corpo para se sentirem mais "homens", sim entre aspas, porque uma pessoa que abusa de outra, só para suprir suas carências não é homem, não é nada mais do que um canalha, escroto e nojento.

Como num caso que aconteceu em Minas Gerais, onde uma moça estava viajando para de Uberaba para Belo Horizonte, e foi abusada enquanto dormia, isso mesmo, ela estava dormindo e o cara de pau começou a passar a mão nela, e depois queria que ela fizesse outras coisas com o órgão genital dele, sem consentimento algum, apenas por desejo imundo de um bosta em mostrar sua masculinidade. A sorte é que quando ela sentiu o abuso, arrancou a mão dele de cima de dela, e começou a chutá-lo, até que um outro moço que estava próximo ao seu assento visse e a protegesse.

Mas, isso é algo que acontece não apenas em Minas Gerais, mas em diversas capitais brasileiras, do transporte público municipal, até os rodoviários, o abuso é hostil e repulsivo, não apenas para as mulheres, mas para a sociedade em geral.

Todavia, esse caso já é algo corriqueiro nas estradas mineiras, já que muitos homens aproveitam de mulheres que estão viajando sozinhas, sentam ao seu lado e depois a abusam sem consenso ou aprovação da outra parte, apenas por luxúria e tesão próprio, esquecendo que mulher também é ser humano e deve ser tratada como tal, e não apenas como um produto, como mostram nas propagadas de televisão ou nos programas de auditório.

Chega de achar que apesar da classe feminina ter ganho muitos méritos conquistados ao decorres de décadas, de que estamos vivendo em igualdade aos homens, muito pelo contrário, a cabeça deles ainda retrógrada e alguns acreditam que sua mãe, sua irmã e sua esposa, são as santas, as demais na rua são todas putas que podem ser abusadas e aproveitadas como bem entender, mal sabem eles, que quando as mulheres de sua família saí, outro ser com um pensamento escroto desse acha o mesmo delas.

Vamos pensar em humanitarismo e igualdade, pois toda mulher já lutou desde décadas passadas para conquistar seu espaço, e não será um porco, nojento, que apenas visa seus desejos que irá desonra-la, apenas por ânsia de possuir o corpo alheio e depois cuspir, em cima como se fosse nada.

Não se esqueçam que não somos nós que viemos da sua costela, mas sim,os homens que vieram do útero de uma mulher, que tentou criar para virar HOMEM, mas acabou criado um animal selvagem e ordinário, que diz "respeitar" as mulheres de sua casa, mas as trata como se fossem empregadas doméstica, lavando suas roupas, preparando sua comida e cuidando de suas casas, em dar liberdade alguma para que ela possa realizar e conquistar a sua felicidade.

Ficamos atentas à esses oportunistas que utilizam-se de um momento de dispersão da mulher para se aproveitar e usufruir do corpo dela como um mero objeto desejo, e não como alguém que possuí sentimento e amor próprio.

Lembre-se a mulher que você acedia hoje, pode ser a da sua família amanhã, e com ela pode ser bem pior do que seu assédio nojento e repugnante.


Nenhum comentário:

Se não sabe, joga ai embaixo;