terça-feira, janeiro 13, 2015

Uma política para o futuro e não apenas para o presente!



Estava assistindo o TV Jornal nacional essa semana, e pensei numa coisa até meio óbvia, mas que acredito muito difícil para que nossos governantes possam pensar e por em prática. O surto do momento foi sobre a falta de luz, de água, as chuvas e também, sobre a falta dela. 

Todos sabemos que em todo verão as chuvas repentinas no meio do dia, é típico para essa época do ano, porém todo ano os mesmo problemas acontecem.

Árvores caem sobre os fios da rede elétrica por causa de raios ou ventania, a população fica sem luz, ainda tem que arcar com os gastos ofertados pela queda dos troncos, e a culpa é sempre da coitada mãe da natureza.

Além da falta d'água que já está em agravante nas maiores cidade do Brasil, e mesmo assim todo mundo fala sobre isso, mas ninguém age de verdade.

Será que não está na hora de rever a política aplicada, e começar a fazer uma política preventiva, ao invés de emergencial?

E pior, além de prestar um serviço medíocre para a população, os aumentos continuam a subir, extrapolando os limites de qualquer convivência inteligente na sociedade.

Todavia, em toda eleição vem os mesmos, com a mesma lábia, e ainda acrescentando propostas e ludibriadas para a população e se elegem com a maior cara de pau, onde não tem escrúpulos de serem sustentado pelo povo e nada fazerem para nós.

Chega de "mimimi" desnecessários, fazem algo concreto para a sociedade, não apenas dizem palavras bonitas em discursos vazios e na hora de agir, culpam a pobre mãe natureza, que apenas está sofrendo pelos desgastes oferecidos pelo homem, que usou até não poder mais, e depois lava suas mãos alegando que era apenas sua sobrevivência. Que por sinal, uma sobrevivência muito cara, em relação aos demais animais residentes no Planeta Terra.

Não é de hoje que o mundo vem pedindo ajuda, e o homem achando ser o dono dele, o consome até o fundo de sua alma, esquecendo que novas gerações ainda estão por vir e novas espécies para nascer.

Vamos deixar de ser egoístas e pensar no futuro, e não apenas em um presente consumista e egoísta, que apenas visa o hoje e agora, e esquece que o amanhã pode ser mais terrível do que vivemos atualmente.



Nenhum comentário:

Se não sabe, joga ai embaixo;