segunda-feira, outubro 13, 2014

Poder ao Povo!



Não quero levantar nenhum tipo de posição partidária aqui no blog, mas ultimamente ando lendo alguns comentários tão pejorativos e inúteis sobre essas eleições presidenciais, que não me contive em escrever o que acho sobre ambos os candidatos.

Além do mais, não sou petista e tampouco estou do lado dos tucanos, mas temos que admitir que este governo atual fez mais coisas aos pobres do que o anterior fez em 20 anos. 

Quando um pobre teria os mesmos benefícios que um rico? Poderia entrar na faculdade, fazer um curso de idiomas, voar de avião ou então, viajar para o exterior?

Moro numa região bem longínqua dos grandes centros ou dos bairros nobres, e de uns anos para cá, pude notar quão evoluiu a vizinhança.

Lojas que antes só encontrávamos em bairros "chiques" da cidade, hoje temos uma perto de casa,assim como cafeterias e restaurantes.  

A universidade ficou mais acessível, todavia, concluir o ensino médio era só questão de força de vontade e dedicação, pois o ensino superior não era mais um sonho inalcançável.

Hoje, o pobre tem os mesmo benefícios do rico, e pode comprar seu primeiro carro, ter o celular de última geração e uma grande televisão, pois o crédito que o burguês tem, ele também terá.

O país ficou mais igualitário, porém com o fácil acesso que as pessoas começaram a ter, os assaltos se tornaram mais frequentes, fazendo com que nos trancássemos mais em casa, para que a bandidagem domine às ruas. Apesar de que antes já havia, mas era oblíquo, pois o governo tinha interesse mútuos neste departamento, afinal país onde domina burguês, pobre não tem vez.

Outra coisa, todos dizem que a inflação sobe a cada dia, mas nada comparado ao governo anterior, que minha mãe conta que as pessoas tinham que estocar mantimentos em casa, pois o preço cambiava a cada segundo, pois os juros chegavam a quase 30% no início da década de 90, e hoje chega no máximo a 3%. Acho que isso é um avanço, né?

Mas, até entendo o porque as classes superiores julgam tanto os investimentos do governo atual, afinal eles querem ser os únicos a ter benefícios, enquanto os pobres trabalham que nem camelos e apenas pagam contas e mais contas, enquanto eles gozam o dinheiro ganho do suor alheio.

Marcas como a Havaianas e a Melissa, que antes eram ditas como populares já mostraram este comportamento, em encarecer seus produtos para atingir as classes mais elevadas, afinal é mais "benéfico" ver o Luciano Huck usando uma sandália vulgo "popular" do que uma menina da periferia, que sonha e dias melhores para ela e seus familiares.

A corrupção, bem... Como podemos ver, tanto PT quanto PSDB existem, mensalões, trensalões, desvios e superfaturamento de verbas públicas estão amostra para provar de que nenhuma delas nunca beneficiou o povo, mas sim uma classe que queria o poder apenas para usufruir de benefícios inoportunos pessoais, mas que deveria se destinado àqueles que realmente elegem essa corja, mas quando chegam lá, não se importam com o povo.

Porém, como eu disse não quero comprometer o apoio de ninguém, apenas estou desabafando, sobre os benefícios igualitários que a sociedade passou e vem passando nos últimos dez anos, e mostrar que isso é o que realmente interesse, e não com picuinhas e lorotas alheias sobre candidato X ou Y. 

A população é quem realmente importa nesta jogada, pois a mudança não seria feita com esses dois partidos jogados no segundo turno, e muito menos ao povo paulista, que dizia querer mudar e inovar e acabou optando nos mesmos planos que já estão sendo executados a 20 anos.

Ainda há muita coisa para mudar no país, e a mudança não será feita nesta eleição, pois uma apenas irá manter as ideias para o povo, porém continuará o PT no comando, ou então, trocar para os benefícios aos burgueses. Apenas pense bem, antes de eleger quem é "menos" pior para dirigir o Brasil, pois seu voto não afetará só você, e sim mais de 200 milhões de pessoas.



É isso... Sem mais, pessoal!





Nenhum comentário:

Se não sabe, joga ai embaixo;