terça-feira, fevereiro 11, 2014

Onde estão os Direitos Humanos?


Todo mundo tem o direito de se manifestar, de expôr sua ideia, sua visão de mundo sobre posições sociais e políticas, porém desde o aparecimento destes Black Blocs, as manifestações ocorrentes no Brasil não estão sendo pacíficas e tranquilas, e sim de guerra, medo e terror.

Mas infelizmente, a polícia militar prefere correr atrás dos inocentes que apenas estão lá para expressar suas opiniões, ao invés dos baderneiros, o governo faz menos ainda, afinal, são eles que pagam os PMs.

Pior ainda, é quando até a imprensa vira vítima desses atos de horror e tumulto, dificultando não apenas a vida daqueles que estão manifestando, mas também dos que estão ali para servir a sociedade, trabalhar em prol a humanidade, compartilhando as informações daquele acontecimento.

A sociedade cansou destes atos de violência, não adianta um grupo se reunir em prol uma nação, mas meia duzia de vândalos destruírem algo calmo e pacífico em um campo de guerra, com direito a armas de grosso calibre e bombas.

 Cadê os direitos humanos zelando pelas pessoas presentes naquele manifesto? 

Porque na hora de cuidar da vida de quem já está amando e transmitindo amor para a sociedade, como os gays, eles entram em cena, agora para olhar para a nação que mal pode sair as ruas em paz para protestar por algo útil e importante para o país, ninguém aparece para falar pelo povo. Que direitos temos para ir às ruas, que o próprio nem liga para a sociedade?

Além do mais, tem nossa "querida" polícia, que parece que ao invés de segurar a humanidade, está sempre pronta para meter o cacete no povo, não se preocupando em quem seja, se for manifestante, será chamado de vândalo e caí de pau, enquanto os verdadeiros bandidos, que na maioria das vezes são policiais infiltrados nas manifestações, pouco fazem para capturá-los, afinal, eles estão muito ocupados correndo atrás de civis inocentes.

Temos que parar de hipocrisia de que polícia está sempre ali para nos servir, claro que há suas exceções, mas uma parte dos que estão ali para servir a nação, são cúmplices, pois não pega aquela meia dúzia que barbariza e aterroriza um evento pacífico e em prol social, mas sim agride sem dó e piedade a população, que não está com armas, mas sim com alguns paus e pedras para se defender dos rojões e armas, que a polícia têm, mas que esses bárbaros que vão para amedrontar e causar nas manifestações, onde impregnam-se junto aos manifestantes para asselvajar uma prática social e democrática.

E outra coisa, como alguém que julga estar ao lado do povo, traz tantos danos à sociedade, porque além das causas morais, há também as destruições ocorridas pela cidade, em ônibus, estações do metrô, ruas, estabelecimentos comerciais, etc. Não acredito que um grupo que diz ter uma visão social comentam tantos abrutalhamentos para a população.

Não há socialismo com brutalidade e agressividade, claro, há guerras e confrontos, mas não jogando contra o povo, os inocentes, aqueles que apenas estão ali para revindicar e protestar sobre atitudes que já estão fartos de assistir pelas ruas de suas cidades, no entanto vamos cuidar um dos outros, pois enquanto a população estiver unida, nada poderá nos derrotar, e aproveitando a deixa, neste ano há votação presidenciais, e será na urna onde ocorrerá a maior manifestação do país, pois a mudança será realizada lá, tirando aqueles que nos incomodam e elegendo os sérios, honestos e que realmente estão do lado do povo sempre, e não somente na época de eleição.

É isso aí...

Nenhum comentário:

Se não sabe, joga ai embaixo;