quarta-feira, dezembro 18, 2013

Alunos da UNINOVE expõem seus primeiros projetos jornalístico em cerimônia de premiação dos melhores trabalhos de 2013


Dezembro é um mês aonde as pessoas ficam mais extrovertidas, emotivas, animadas e festivas, não apenas pelo feriado mais aguardado do ano, o Natal, ou por causa do 13º salário, que é uma festa para os mortais que trabalham como um camelo durante o ano inteiro, mas sim pelo fato de doação e compartilhamento entre os povos que há nesta época.

Nesta terça-feira, 17, a festividade estava presente no campus Vergueiro, em São Paulo, da Universidade Nove de Julho, onde os alunos de Comunicação Social - com habilitação em Jornalismo puderam apresentar e serem prestigiados por um trabalho aos longo deste ano, já que os estudantes dos sétimo semestre, exibiram seus projetos de produção jornalística e do oitavo, os trabalhos de conclusão de curso.

Diversas ideias novas e frescas estavam em ebulição naquele anfiteatro, trazendo concepções diferenciadas e difundidas a cultura não apenas pautada pela grande mídia, mas principalmente escondida bruta e pronta para ser lapidada nas periferias.

Foram apresentados projetos relacionados a produção web, rádio, TV e impresso, todos muito precisos e focados em seus objetivos, com pautas atuais e concebido pelos próprios estudantes, que estavam ansiosos e esperançosos para mostrar sua criação para professores, colegas, familiares, convidados e alunos da universidade.


Aplaudidos e elogiados, os alunos estavam irrequietos para realçar suas produções jornalísticas, já que essas são as primeiras de uma carreira em uma área tão árdua, mas tão prazerosa quão o jornalismo, onde apenas os fortes e que vivem a profissão por amor sobrevivem, pois não há glamour, remuneração alta e popularidade que se paga ao prestígio de averiguar, reportar e difundir os fatos mais oportunos da sociedade para a sociedade.

Uma profissão séria e de suma importância social, pois o mundo pode viver sem engenheiros em suas construções e devastações na mata virgem, mas ninguém pode viver sem informação, que pode ocorrer quando menos esperamos ou quando mais aguardamos.

Confira abaixo algumas fotos tiradas por Jane Amorim:
















Nenhum comentário:

Se não sabe, joga ai embaixo;