segunda-feira, outubro 28, 2013

O caos toma conta da periferia da zona norte

Foto por: Patrícia Visconti
Parece que a periferia da zona norte acordou agora, um pouco atrasada, mas pelo menos acordou e mostrou quão também está indignada com tamanho descaso de nossos governantes.

Tudo começou na noite do dia 27 de outubro, onde um ônibus foi incendiado no Jardim Brasil e outro apedrejado, todos as demais conduções pararam, deixando muita gente ao ver navio ao chegarem nas estações de metrô da região norte.

A noite foi de tensão, parecia mais uma guerra civil, do que um manifesto onde a grande vítima são os cidadãos esquecidos da periferia da megalópole paulistana.

Foto por: Leandro Fonseca
Na manhã desta segunda (28), lojas amanheceram com as portas fechadas, pessoas amedrontadas, não queriam sair de casa, policiais passando a mil por hora pelas avenidas dos bairros da região. Jardim Brasil, Edu Chaves e Jaçanã foram os bairros onde o caos foi tomado pelo manifesto.

Policiais batendo e agredindo manifestante, enquanto participantes do protesto depredando viaturas, lojas, supermercados, bancos, etc.

O caos tomou conta da zona norte, os helicópteros sobrevoam baixo pela região, as bombas são estouradas e as balas de borracha se juntam a pedras atiradas pelos manifestantes.

Até quando isso irá continuar?

Boa pergunta, mas uma coisa é certa, ou nossos dirigentes fazem  alguma coisa válida por nosso Estado, ou essa "guerra" não irá parar tão cedo, e o povo, que continue esses leões ferozes diante a sua presa, e não deixar levar por qualquer programa de inclusão social que eles possam nos oferecer.

Confira algumas imagens que o fotógrafo Beto Martins registrou:





Um comentário:

Priscila Visconti disse...

só digo uma coisa, isso não são manifestantes, são vândalos e sem educação, que largaram a escola pra ficar vadiando por ai. Ai pra se mostrarem, fazem isso, gerando um caos na cidade..

Se não sabe, joga ai embaixo;