sexta-feira, outubro 25, 2013

A Janela dos Fundos


Da janela dos fundos eu vejo a vida passar, 
assim como os aviões, 
que vem e vão com toda a inquietação,
desta metrópole que mais parece uma megalópole.

Os pássaros cantam e a lua brilha, 
no alto da minha 
janela dos fundos.

Vejo o Sol nascer e 
brilhar radiante no alto,
durante o dia, 
e depois, 
ao entardecer, vejo ele se pôr.

Ouço vozes, 
ouço canções, 
ouço paixões, 
como se fossem as
falas que saem do meu coração, 
que me busca inspiração, 
para nunca tirar você, 
da minha imaginação!


xoxo 

2 comentários:

A, F. Ronnison disse...

Nossa muito legal, querida. Estava com saudade desse espaço. ^^

Patricia Visconti disse...

Obrigada, querido. Volte sempre, pois vc sempre é bem vindo em meu cantinho!
Bjs

Se não sabe, joga ai embaixo;