segunda-feira, setembro 30, 2013

O Centro da Escuridão


Trafegar pela região central de São Paulo, principalmente pelo centro velho a noite sempre foi um risco de assalto. Porém, agora o perigo segue durante o dia, e além do mais, os bandidos roubam o que tem nos bolsos e depois jogam sua carteira, com os documentos pela rua, pegando apenas o que é conveniente e de valor, para depois ser trocado por drogas.

Essa situação já está fugindo do controle, pois os moradores da região que precisam sair para trabalhar tem medo de sair de casa, e as pessoas de outras localidades evitam a qualquer custo passar por lá, pois a bandidagem e os "craquentos" dominaram o espaço, fazendo com que o centro perca ainda mais sua revitalização.

Mas, por quê esse descaso com o centro da cidade das autoridades do Estado e do município?

Não podemos mais esperar que algo seja feito, temos que por a secretária de segurança pública e a da saúde trabalhando juntas, unindo forças para eliminar o problema pela raiz, e não tapar o sol com a peneira e depois mostrar nos comerciais, que está tudo lindo e belo, todos estamos felizes e contentes como se vivêssemos no paraíso.

Basta! O povo quer ação e atitude dos nossos governantes, pois cansamos de ser reféns de bandidos que domina a cidade que NÓS sustentamos com os impostos que ELES induzem. 

Temos que priorizar a educação, pois se eles continuarem a despriorizar a educação, isso vai ser cada dia mais constante, até a criminalidade invadir toda cidade, pois esses bandidos tudo querem, mas nada fazem, e ainda tiram o pouco que o povo tem.

No entanto, vamos nos mexer e fazer algo construtivo e válido para que as pessoas possam caminhar novamente pela região central novamente e prestigiar toda cultura que há poucas ruas do local onde os bandidos se concentram, entre eles a Sala São Paulo, a Estação Pinacoteca e o Museu da Língua Portuguesa. 

Vamos incentivar mais a cultura e menos excitação da violência, pois assim com certeza teremos um centro mais habitável e sociável para os moradores e pessoas que transitam pela região, além de menos violento.

Nenhum comentário:

Se não sabe, joga ai embaixo;