quinta-feira, agosto 23, 2012

A Vida Como Ela É... Bonitinha, Mas Ordinária


Poeta, literário, jornalista, mas antes de tudo um eterno garoto que enxergava o óbvio mostrando sempre a verdade. Esse era Nelson Rodrigues, um pernambucano de alma carioca, que já carregava o jornalismo em seu DNA.

Quinto filho de uma família de 14 irmãos, seus pais eram o casal Mário e Maria Rodrigues.
Um apaixonado pela vida, porém mais apaixonado pelas mulheres. Nelson era um romântico cafajeste, que ao mesmo tempo que ama, visa um pouquinho de sacanagem, afinal a vida como ela é, nem sempre é de sonhos coloridos, nuvens brancas e coraçõezinhos caindo sobre nossas cabeças.

Este jeito do jornalista o inspirou para escrever seus contos, crônicas e dramas, consolidando-o durante sua carreira.
Um gênio que incomodava muita gente, mas o fascinava também, talvez pela capacidade de mostrar que se quisermos alguma coisa, temos que correr atrás, pois a capacidade está em nós mesmos e não na vontade dos outros.

E é neste dia em que Nelson Rodrigues completaria 100 anos, expresso e me curvo diante a este boêmio, literário, poeta e família, que deixou seu legado de prosperação contra os 'vira-latas' de plantão.

É isso ai, e até a próxima!
Patricia Visconti

Nenhum comentário:

Se não sabe, joga ai embaixo;