segunda-feira, maio 16, 2011

Os propagadores do futuro

Facebook, Twitter, Orkut, LinkedIn, Hi 5, blogs, fóruns, chats ...São todos meios de comunicação rápida e de fácil acesso para os frequentadores das Social Media, muita gente conhece.

Mas será que todo mundo que frequenta essas redes sabe o que e como deve ser publicado os conteúdos nelas?

É isso que podemos saber um pouco na semana Propagare, que aconteceu entre os dias 9 a 13 de maio, na Universidade Nove de Julho. Onde os alunos puderam socializar e aprender sobre como usar as redes sociais para benefício próprio.

Tudo que você publica na Internet fica para sempre, por isso temos que ser bem conscientes se por acaso queremos que nosso chefe, ou até mesmo futuro chefe, veja aquele post indesejável, aquele vídeo aloprando meus colegas, aquela citação maldosa e preconceituosa publicada nas redes.

Somos formadores de informações, comunicadores, comunicólogos, por isso, não podemos escrever por escrever, temos que pensar no que nosso público alvo quer saber, independendode você estar ou não na àrea, mas por sermos academicos temos replicar com cautela.

Esses novos comunicadores, podemos afirmar que já nasceu com essa informação "fast" e dinâmica, pois cresceu em um período de mudanças, não só políticas e culturais, mas principalmente tecnológica, e hoje com idade de 20 a 33 anos mostra que não está para brincar em serviço e muito menos para projetar bobagens nas mídias.

Nós somos a geração Y, uma galera que vive o hoje, mas projetando o futuro de uma maneira diferente que se fazia antigamente, pois se fosse para fazer o mesmo com certeza era melhor se encostar e ficar esperando o tempo e a vida passar, sem se preocupar com o que viria depois.

Somos um povo dinâmico, espontâneo e que não queremos o mesmo que nossos pais e muito menos nossos avós viveram, queremos democratização, liberdade e poder nos comunicar quando e como quiser. A forma de comunicação que encontramos para propagar, expandir e expôr nossas ideias são as redes sociais.

Quem nunca desabafou no twitter, após um dia de cão no serviço ou na faculdade? Ou então, expressou suas posições sociais, publicamos vídeos no YouTube? Divulgando uma gafe política em seus blogs... Me diga, quem nunca fez isso?

Não precisa se sentir envergonhadose você fez, afinal todos temos nossos direitos de expôr e expressar nossas ideias como bem queremos, afinal vivemos em um país democráta em que todos tem os direitos de fazer o que bem entender, e claro os deveres também, mas ai já é um outro assunto que se eu for me linkar, vou fugir do meu foco, que é Social Media.

A Internet é mais que um diário aquele seu diário que você tinha quando era pequena e escondia debaixo do travesseiro para ninguém ler, é mais que aquela caixa de sapato que você guardava em cima do armário ou embaixo da cama, com fotos dos seus amigos, familiares e lembrancinhas do seu primeiro encontro.

A rede mundial de computadores é um grande armazenamento de dados e arquivos permanentes que como já havia dito acima não é nada fácil de apagar, lugar onde pessoas viraram marcas, um produto criado pela Social Media, para interagir o mundo real, que está cheio de gente comum e normal, que não visa mudança em nada, somente qur viver sua vidinha, ganhar seu dinheiro e "foda-se" (desculpa-me o termo) para quem não é do meu círculo de vida.

Os blogueiros são um dos grandes formadores de opinião dessa nova mídia, pois eles pautam um assunto, publicam e logo depois muitas outras pessoas comentam e se interagem com aquele post, se identificando ou não, já que vivemos em uma sociedade democrática, direta, clara e objetiva, mas devemos tomar cuidado com o que postamos, pois esse leitor ao mesmo tempo em que ele é crítico, ele também é muito sentimental, portanto qualquer injúria, preconceito e desrespeito a ele, pode ser a morte para você produtor de informação.

Promova suas ideias de uma forma em que você se identifique, o generalista tem vida curta nesta área, dificilmente vai sobreviver, já que o mundo gira e a informação também. Mas nunca se esqueça que hoje você recebe a informação, amanhã você está emitindo, por isso, não seja o 'bambambam' das mídias sociais; Humildade preza muito na hora de conversar com seus seguidores, amigos e leitores do seu blog, afinal eles que irão decidir o que irão consumir, se você for mesquinho junto a eles, com certeza na Social Media você já estará fichado e sujo, por intolerância e ignorância ao próximo.

Já na publicidade, o marketing nas mídias sociais é totalmente diferente do que na mídia impressa, fato, afinal é um veículo aberto e que trabalha diretamente com seus consumidores. Analisar e pesquisar o perfil de cada usuário e depois direcionar a propaganda que será enviada para cada um deles, já é de rotina nas redes sociais.

O Google faz muito isso. Sabe quando você faz buscas no Google e depois acessa seu Gmail e aparecem propagandas exclusivamente a você?

Pode apostar que essas propagandas foram selecionadas somente à você, com certeza na caixa de entrada dos seus amigos, não aparecerão as mesma que aparecem para você.

Tudo isso funciona por causa dos seus hábitos da Web. Por onde você anda? O que você procura? Como acessa a Internet ... Cada usuário tem um perfil próprio para receber seu próprio ‘main marketing’, e assim que as empresas de departamentos te encontra para enviar seus produtos à você, pelo o que você faz na rede.

Observar é o grande lance da Social Media, assim como a web está te observando, você deve observar o que ela tem a te oferecer e filtrar tudo que não é necessário para investir em seu futuro.

Hoje em dia vivemos na Internet das coisas, em que tudo que precisamos está em apenas um clique, em que termos internéticos viram vocabulário para a vida real, o mundo em que o íntimo, vira estimo, um mundo democrático e livre para nos expressarmos e moldarmos ele na nossa maneira, portanto use e abuse das mídias sociais, mas não deixe de observar o que está rolando dentro e fora dele.

É isso ae pessoal, espero que vocês tenham curtindo minha visão sobre a Social Media e possa ajudar a criar um mundo mais social, sem preconceitos, dinâmico e que os que vivemos hoje no mundo cibernético, podem quem sabe um dia mixar com o mundo, por mais que quase que vivemos assim, porém ainda a muita gente que descrimina blogueiros e tuiteiros, e ainda usa o Orkut somente para modificar o status do relacionamento, portanto vamos ver as mídias sociais com uma visão de futuro e mudança não só para um mundo mais social.

Confira o mapa de como anda as redes sociais ao redor do mundo:



Beijinhos

@nickacarter

Nenhum comentário:

Se não sabe, joga ai embaixo;