terça-feira, abril 06, 2010

O Brasil que não queremos para o futuro


As chuvas atordoadas que inundaram o estado de São Paulo no ínicio do ano, chegou agora na cidade do Rio de Janeiro, causando caos total aos seus moradores, com deslisamento de morros, enchentes além das principais vias nas ruas e claro o engarrafamento de carros nas ruas e avenidas de pessoas que nem voltaram para a casa ontem, por motivos óbvios causados pela chuva. Até mesmo o prefeito da cidade, Eduardo Paes, exigiu que as pessoas não saem de casa hoje, já que a situação é crítica e a emergência necessita circula tranquilamente, pelos tormento que já se encontra a cidade. Porém, ele não comentou que tem gente que não consegue permanecer em suas casas, pois muita gente não tem como ficar lá, já que suas residências foram soterradas e nem mesmo podem permanecer seguros em casa.

Agora reflitam comigo, essa é a cidade que citiará os jogos olímpicos em 2016? Será que isso que o Rio irá oferecer aos turistas e atletas que competirão nas olímpiadas? Ou até lá eles darão o nosso tão famoso 'jeitinho brasileiro', para que o mundo continue imaginar e se deslumbrar com a cidade maravilhosa, enquanto sua população vive um caos sobre caos com enundações, deslisamentos e riscos de tsunamis também, já que lá é uma cidade litorânea e qualquer ressaca no oceano as águas podem invadir toda, isso mesmo toda a capital fluminense.

Mas todos nós temos culpa com o que está acontecendo atualmente, não só no Rio, mas em São Paulo e em todo o Brasil, já que isso é um problema que já tem mais de 500 anos, desde antes do nosso descobrimento, mas que infelizmente os homens ignoraram, dando total descaso em prevenção aos meios naturais.

O Brasil é situado em uma área em que recebe o calor exaustivo do Equador, quanto o frio pólar da hemisfério Antárdito e quando chega ao centro sul do país esse mix de temperatura, ela se transforma em chuvas e mais chuvas e com os pisos totalmente concretizado as águas não conseguem escoar pelo sólo e finaliza nesse caos que os cariocas estão sentindo agora e nós paulistas sentimos no começinho de 2010, pois somos um país tropical e como tal é isso que acontece quando recebe calor e frio em uma mesma área, mas mesmo assim, mesmo depois de mais de 500 anos, o Brasil não aprendeu isso. Além é claro da tamanha despreocupação que a população e governos brasileiros dá ao seu lixo, que são acumulados toneladas e toneladas em aterros sanitáros sem fins algum para essa montanha de preocupação, não só sanitária, mas ambiental e também social.

Vamos fazer a nossa parte e separar o lixo seco do ogânico, procurar cooporativas de reciclagem para melhor informar sobre esse assunto e não jogar papel nas ruas, pois um pequeno e inocente pedaço de papel, junto com outros tantos que já existe pode ser um tormento quando chega o período de chuva no Brasil.


by: Patricia Visconti
@NickaCarter

Nenhum comentário:

Se não sabe, joga ai embaixo;